Site ou Página no Facebook?

O que é melhor para o seu negócio?

Marketing / 26 de NOVEMBRO de 2015 / Marco Fontaneti / 1897





O Facebook tem mais de 80 milhões de usuários no Brasil e segundo pesquisas, o brasileiro passa em média 29 horas por mês na internet, sendo que 13 horas são navegando em redes sociais, como Facebook (fonte: comScore, 2014-2015). Devido a este grande alcance e diante das inúmeras possibilidades oferecidas pelo Facebook para as empresas, além de ser "de graça", é possível que você já tenha se perguntado: não é melhor ter uma página no Facebook em vez de um site?

E a resposta para essa pergunta é bem simples: você pode (e até deve) ter uma página de negócios no Facebook, mas não, ela não substitui um site.

Uma fan page e um website tem propósitos diferentes e podem ser combinadas para uma presença digital mais forte, mas uma não substitui a outra.

Alguns motivos pelos quais não é uma boa ideia substituir um site pela página no Facebook são:

• O Facebook é uma empresa e pode mudar as regras a qualquer momento. Na realidade, os algoritmos do Facebook mudam com frequência, alterando o alcance das suas publicações e praticamente obrigando você a pagar (por curtidas, por impulsionamento dos posts) para ser realmente visto pelos seus seguidores. Isso não acontece com o seu site, no qual você tem controle sobre o conteúdo e pode trabalhar técnicas de SEO para melhorar o posicionamento para quem busca por seus produtos ou serviços.

• Muitos escolhem ter uma página no Facebook porque ela é gratuita, enquanto que para ter site terão de pagar pelo desenvolvimento, hospedagem e manutenção. Mas o Facebook não é tão grátis assim. Como falamos acima, ele está diminuindo o alcance das suas publicações, o que obriga os donos das fan pages a investir para ter as suas publicações vistas por mais pessoas. Além disso, para que você tenha uma boa base de fãs (curtidas), muitas vezes também terá de pagar por isto.

• A intenção das pessoas nos dois ambientes é diferente. Quando alguém procura por algo no Google ou em outros buscadores, é porque existe a intenção de saber mais sobre esse produto ou serviço. No Facebook, a atenção é dividida entre fotos, publicações de amigos, de outras marcas e outros estímulos.

Um site é para sempre. As redes sociais podem mudar e perder a importância com o passar do tempo (lembra do Orkut?), mas um site continuará existindo independente de qual seja a  plataforma de maior sucesso no momento.

• Um site te dá mais liberdade sobre o que, quando e como publicar. Também permite você organizar e arquivar seu conteúdo da forma que considera melhor, para que os visitantes encontrem o que estão procurando no momento que desejarem, seja no site, seja pelo Google. No Facebook não é tão fácil, nem tão claro, organizar e buscar conteúdos que você publicou.

• O endereço do seu site pode ser usado como o endereço central para informações de sua empresa. Tanto num anúncio em outdoor, jornal, tv, internet ou rádio como em uniformes, equipamentos e na adesivação da sua frota, fica fácil passar o endereço do seu site como ponto de partida para o cliente obter mais informações sobre você. Mesmo que uma página do Facebook possa ter fácil memorização em alguns casos, nem sempre você conseguirá um bom endereço nem terá garantia de que ele nunca vai mudar.

Por isso, dependendo do seu negócio, é sim muito interessante ter uma página no Facebook. Mas ter um site próprio continua e sempre continuará sendo essencial para as empresas e os profissionais.

E de forma semelhante, o mesmo raciocínio vale para qualquer rede social, seja Facebook, Instagram, Twitter, Google+, Pinterest, etc.




Gostou? Veja mais artigos da categoria Marketing
ou sobre marketing digitalwebsitesimportância do site


Receba os posts por e-mail!

 

Acompanhe as novidades sobre tecnologia e melhorias para seu negócio.





pratza

Especialista em Websites,
desde 2008.

Entre em contato