Como Chegar ao Sim - O que é um bom acordo?

A negociação de acordos sem concessões.

Livros / 07 de OUTUBRO de 2015 / Marco Fontaneti / 3043





PRIMEIRA PARTE DO RESUMO DO LIVRO “Como Chegar ao Sim – A negociação de acordos sem concessões”, de Roger Fisher, William Ury e Bruce Patton.

Este é um livro obrigatório para quem quer fugir das armadilhas e vícios em processos de negociação, trazendo lucidez e clareza à mesa.

RECOMENDO muito você comprar e ler na íntegra, eu mesmo já li e reli algumas vezes e também já presenteei mais de um amigo ou parceiro de negócios com ele. 

Esta primeira parte aborda os motivos da busca por um método de negociação mais inteligente e lista os principais problemas do método tradicional de barganha de posições.

O que é um bom acordo?

Um bom acordo é sensato e atende aos interesses de ambas as partes.

É eficiente em termos de tempo e recursos investidos na negociação.

E não prejudica (e se possível, melhora) o relacionamento entre as partes.

Não barganhe posições.

Barganha posicional é quando cada um dos lados de uma negociação assume uma posição, defende-a e faz concessões para chegar a uma solução de compromisso entre as partes.

O típico exemplo é a discussão do preço de um produto entre um vendedor e um comprador, onde um joga o preço lá em cima e o outro lá embaixo, depois vão fazendo concessões até chegar ou não a um acordo.

A discussão de posições gera acordos insensatos, por colocar o foco nas posições assumidas pelas partes em vez de focar nos reais interesses, motivos e objetivos de cada parte.

Discutir posições é ineficaz, pois toda a encenação necessária nesta forma de negociar (ameaçar, erguer barreiras, pressionar, blefar, lances extremos, etc) dificulta a tomada de uma decisão objetiva e rápida.

Apenas ser gentil não é a solução.

A postura mais típica nesta forma de negociar é agressiva.

Mas assim como existe a postura agressiva de negociar posições, também existe a postura gentil de lidar com elas.

Onde uma pressiona, a outra cede, onde uma revela, a outra ilude, onde uma confia, a outra desconfia.

Não funciona. A postura gentil não vai fazer outra coisa senão torná-lo uma vítima mais fácil para o negociador agressivo.

Existe uma alternativa.

A alternativa para a barganha de posições é a Negociação Baseada em Princípios, ou Negociação dos Méritos e consiste em quatro pontos:

PESSOAS: separe as pessoas do problema.

INTERESSES: Concentre-se nos interesses, não nas posições.

OPÇÕES: Crie uma variedade de possibilidades antes de decidir o que fazer.

CRITÉRIOS: Insista em que o resultado tenha por base algum padrão objetivo.

Este é o fundamento do método, que foi desenvolvido dentro da Harvard Law School e é utilizado mundialmente, em negociações diplomáticas e de negócios.

Nas próximas partes que publicaremos deste resumo, vamos falar sobre cada um dos pontos do método em mais detalhes. Até breve.




Gostou? Veja mais artigos da categoria Livros
ou sobre dicas


Receba os posts por e-mail!

 

Acompanhe as novidades sobre tecnologia e melhorias para seu negócio.





pratza

Especialista em Websites,
desde 2008.

Entre em contato